Pular para o conte√ļdo principal

DESASTRE NO LITORAL PARANAENSE COMPLETA 10 ANOS

 

   √Āguas de mar√ßo

Este fato ocorreu em março de 2011 quando chuvas contínuas atingiram alguns municípios do litoral paranaense, deixando muito estrago e também vitimando pessoas.


Segundo a Coordenadoria de Defesa Civil, pontes desabaram, comunidades ficaram isoladas, ruas viraram rios, pedras rolaram dos morros, entulhos carregados pela correnteza causaram quil√īmetros de estragos e casas vieram abaixo e precisaram ser abandonadas √†s pressas.


As cidades de Guaratuba, Antonina, Paranagu√° e Morretes foram as mais atingidas no evento, contabilizando a morte de quatro pessoas, mil desalojados e dezoito mil pessoas afetadas.


“O desastre no litoral do Estado foi um marco para a Defesa Civil Estadual, que a partir da experi√™ncia p√īde identificar situa√ß√Ķes positivas na resposta e outras que necessitavam de melhorias, permitindo a atualiza√ß√£o de protocolos e implanta√ß√£o de diversas novas ferramentas que s√£o refer√™ncia nas a√ß√Ķes de gest√£o em defesa civil”, afirma o Coronel Fernando, Coordenador Estadual da Defesa Civil. 


Algumas das ferramentas que podemos citar, idealizadas a partir desta experi√™ncia s√£o: o controle operacional de ocorr√™ncias, em que todos os contatos e informa√ß√Ķes s√£o registrados, mantendo o hist√≥rico de toda a resposta √† emerg√™ncia; o Plano de Conting√™ncia Online, que facilita o mapeamento de √°reas de aten√ß√£o nos munic√≠pios de todo o Paran√°; implanta√ß√£o do CEGERD – Centro de Gerenciamento de Riscos e Desastres, onde se concentram todas as informa√ß√Ķes de ocorr√™ncias.


Al√©m disso, outros trabalhos referentes ao desenvolvimento de protocolos mais apurados de monitoramento e alerta, em parceria com √≥rg√£os como o Simepar, e troca de informa√ß√Ķes com Mineropar, √Āguas Paran√° e ITCG para identificar melhor os par√Ęmetros de alerta foram essenciais para a melhoria do sistema. 


Houve tamb√©m a implanta√ß√£o do Regime de For√ßa Tarefa no Estado, que visa facilitar a resposta de v√°rias institui√ß√Ķes envolvidas, tanto no √Ęmbito da seguran√ßa p√ļblica e da defesa civil quanto no √Ęmbito da assist√™ncia social, infraestrutura e sa√ļde, essenciais na resposta e na recupera√ß√£o em caso de desastres.


Para o Comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Gross,  a atua√ß√£o naquele desastre serviu para que o Corpo de Bombeiros pudesse aprimorar os protocolos de atendimento buscando a melhoria nas respostas √†s emerg√™ncias dessa natureza.











Coment√°rios

Postagens mais visitadas deste blog

Assassinato em Ortigueira no Lago do Cristo

A situa√ß√£o ocorreu na Rua Terezio Borba na regi√£o central de Ortigueira-PR, no lago municipal pr√≥ximo ao mirante do Cristo, neste s√°bado (01 de Janeiro de 2022). A v√≠tima do sexo masculino Jo√£o Pedro de Oliveira, foi atingido por dois disparos, sendo um no t√≥rax e outro na face, foi acionado a ambul√Ęncia do munic√≠pio o qual confirmaram o √≥bito. A Equipe de Pol√≠cia Militar foi acionada para prestar atendimento necess√°rio na situa√ß√£o, sendo acionado a Pol√≠cia Civil para prestar atendimento, o qual dever√° instaurar um inqu√©rito para verificar a autoria e motiva√ß√£o do crime. O IML de Londrina foi acionado para recolhimento do corpo e exame de necropsia.  Ainda segundo informa√ß√Ķes, os autores estariam em um ve√≠culo Gol de cor prata, onde os indiv√≠duos desceram e efetuaram os disparos contra a v√≠tima. No local ainda duas pessoas ficaram baleadas. Na madrugada de hoje, 01 de janeiro, por volta das 04h40min, a equipe da Pol√≠cia Militar foi acionada para deslocar at√© o Pronto Atendimento Munici

ORTIGUEIRA enlutada com a morte do jovem Vinicius Paz Ferreira

  ūüéôTRIBUNA NEWS ORTIGUEIRAūüźĚ  ORTIGUEIRA AMANHECEU ENLUTADA neste Domingo com a triste not√≠cia da morte do jovem Vinicius Paz Ferreira, 20 anos de idade ele que era funcion√°rio p√ļblico do Munic√≠pio de Ortigueira e atuava na Secret√°ria de meio ambiente da cidade.    Vin√≠cius morreu v√≠tima de afogamento em um rio na ponte do Alagado em Lageado Bonito no interior do Munic√≠pio de Ortigueira neste S√°bado dia 27 de novembro, segundo informa√ß√Ķes que recebemos ele estava com familiares  no referido local quando acabou se afogando e vindo a √≥bito. O corpo foi encaminhado ao Instituto m√©dico legal (IML) de Londrina no norte do Estado, o seu corpo est√° previsto para ser liberado para vel√≥rio apartir das 8:00 horas da manh√£ desde Domingo dia 28 de novembro e acontecer√° na capela mortu√°ria de Ortigueira. Em nota o secret√°rio da pasta do meio ambiente do governo Ary Mattos, Daniel Santos lamentou a morte do colaborador.   Nas redes socais diversos pessoas, amigos, familiares lamentam a triste not√≠c

Acidente trágico tirou a vida de jovem no município de Ortigueira

      A Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal, Posto de Mau√° da Serra,  SAMU e o Corpo de Bombeiros, de Tel√™maco Borba, foram acionados para atender um acidente na regi√£o de Ortigueira, BR-376, no km 341, na sexta-feira, dia 10 de dezembro, de 2021. A colis√£o  envolveu dois ve√≠culos e resultou em uma pessoa morta e outra gravemente ferida.  Os ind√≠cios apontam que o autom√≥vel Gol invadiu a faixa sentido Curitiba colidindo com caminh√£o que seguia carregado com √≥leo vegetal, segundo boletim divulgado pela Pol√≠cia Federal. Mas a causa exata do acidente, ainda depende de uma investiga√ß√£o mais precisa para apontar o que realmente ocorreu.  Com o impacto o autom√≥vel ficou preso entre o caminh√£o e o barranco.  A passageira do autom√≥vel,  veio a √≥bito no local. O condutor, 25 anos, foi encaminhado em estado grave, pelo socorro a√©reo, ao hospital de Londrina. O local do acidente, km 346 da BR 376, disp√Ķe de sinaliza√ß√£o horizontal proibindo a ultrapassagem de ve√≠culos. Compareceram no local  o IML - Instit